Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Confesso, eu sou machista

Imagem
Tá bom, minhas caras feministas, eu reconheço: sou um machista! “Mas logo você”, ouço alguns amigos e amigas me questionando, “você que sempre vi defendendo direitos iguais independente de sexo, identidade de gênero, etnia, crença ou filosofia?” Sim, minhas amigas, meus amigos, me descobri um machista; simples assim, sou um machista, mea culpa, mea culpa, minha máxima culpa! É bom esclarecer, entretanto, que você não deve usar, para me definir assim, o sentido do dicionário, de que machismo é o “comportamento que tende a negar à mulher a extensão de prerrogativas ou direitos do homem”1. Longe de mim! Eu defendo e luto por um mundo igualitário, com oportunidades, direitos e deveres iguais para ambos os sexos! Eu defendo o direito à mulher ser o que ela quiser ser, sem precisar se explicar por isso; a ter o emprego que desejar ter e não receber menos que qualquer homem com o mesmo emprego... Direito inalienável a votar e ser votada para qualquer cargo eletivo sem sofrer discriminação por i…