Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

De búque is on de têibol

Imagem
Buenas, gurizada!!!!! Como muita gente sabe (os que ainda não sabiam ficam sabendo agora) estou nos Estados Unidos como bolsista do Ciências sem Fronteiras. Nesses primeiros meses estou em um curso intensivo de inglês que, confesso, não está fácil!!!! Ainda mais para mim, que cheguei aqui em agosto falando pouco mais do que “de búque is on de têibol” (e assim mesmo, nada de “the book is on the table”), e que apanhei um bocado no aeroporto como vocês podem ler em uma crônica anterior. Assim, tenho estudado um bocado para tentar aprender a língua de Shakespere e da Pink e, ao contrário do que pretendia, tenho deixado meu blog de lado... Mas hoje tive uma ideia, que tal juntar o útil ao agradável? Assim, vou começar, a partir de hoje, a dividir com vocês meu aprendizado, tanto como forma de ajudar quem, como eu, não sabia nem dizer direito que o livro está sobre a mesa, quanto para quem quer relembrar ou ampliar seus conhecimentos. Sei que tem muitos blogs por aí que ensinam (e com gran…

Um prego no caixão

Imagem
Comemorando o Halloween, essa semana temos que contar, na aula de inglês, um conto de terror. Eu escolhi uma história folclórica gaúcha, que meu avô me contava. Abaixo estão a versão em português e a tradução para o inglês, ambas escritas por mim. *** Essa era uma história que meu avô me contava, sempre salientando que era um “causo verídico acontecido”. Não que ele tivesse conhecido o personagem principal, mas segundo ele, conhecera um dos apostadores. Pois contava meu avô que Tibúrcio era um homem valente, veterano da guerra de 1835. Era respeitado, mas era também um fanfarrão. Alto e forte, dizia a quem quisesse ouvir que não tinha medo de nada nem de ninguém, por qualquer coisa brigava e dizia que já tinha montado em boitatá e capado lobisomem. Os amigos só ouviam, raramente retrucavam, pois tinham medo do temperamento explosivo de Tibúrcio. Era um dia de inverno, em que o minuano, um vento que vem do polo sul e sopra gelado, assoviando sua canção uuuuuuuuuuuuuu, que muitos antig…