Postagens

Mostrando postagens de 2013

De búque is on de têibol – Substantivos

Imagem
Aulas anteriores: Alfabeto da língua inglesaVerb to beArtigosPerguntas usando to beNegativa usando to beConjugação de verbos regulares;Conjugação de verbos irregulares
Próxima aula: Adjetivos
Clique no botão do alto-falante [X] e você vai ser direcionado para o translator, onde você deve clicar novamente no botão do alto-falante e a frase será pronunciada. Se você tiver comentários, dúvidas, sugestões ou críticas, e-mail-me: guto.riella@gmail.com.

Substantivo (nounXem inglês) é toda a palavra que dá nome a toda pessoa,ser, lugar, coisa,substância, pensamento ou ideia, sejam elas reais ou imaginárias. Em inglês, tal como em português, há diversas classes de substantivos. Substantivos comuns (common nounsX) são aqueles que não designam seres da mesma espécie sem especificá-los. Os próprios (proper nounsX), ao contrário, são os que dão nome a seres, pessoas, entidades determinados. São escritos sempre com inicial maiúscula (outras regras para maiúsculas serão vistas em uma aula poste…

De búque is on de têibol – Conjugação de verbos irregulares

Imagem
Aulas anteriores: Alfabeto da língua inglesaVerb to beArtigosPerguntas usando to beNegativa usando to beConjugação de verbos regulares Próxima aula: Substantivos
Se você tiver comentários, dúvidas, sugestões ou críticas, e-mail-me: guto.riella@gmail.com.

Continuando nossa aula passada, hoje falaremos sobre os verbos irregulares. Os verbos irregulares, como o próprio nome diz, são verbos que não tem a conjugação normal. No português, por exemplo, temos verbos como “ir”, que se conjuga “vou, vais, vai, vamos, ides, vão”, ou “ser”, que fica “sou, és, é, sois, somos, são”, ambos sem qualquer relação com as três conjugações (ar, er, ir) do português. Pois no inglês ocorre a mesma coisa. A conjugação básica, aprendida na aula passada, vale para a maioria dos verbos, mas há verbos em inglês que não a segue ou a segue parcialmente. Em geral, isso significa que o passado não é formado por “d” ou “ed”, mas pela alteração de uma ou mais letras (como no caso de to eat, que no passado f…