Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Conhecendo a comida e uma boa samaritana

Imagem
Oshkosh é uma cidade linda. Parece realmente as cidadezinhas de filmes americanos, com casas de madeira de dois andares, muitas com a bandeira americana à frente, gramados muito bem cortados, ruas bem cuidadas, sem qualquer lixo na via pública. A universidade é igualmente limpa, bem estruturada, bem equipada. É enorme, tem 136 acres e nela estudam mais de 13 mil graduandos e pós-graduandos nas mais diversas áreas. Tive sorte novamente, os dormitórios, em geral, são para duas pessoas, ganhei um individual, acarpetado e com direito a guarda-roupas, escrivaninha, estantes para livros, cadeira confortável, camiseiro, cama macia, forno micro-ondas e frigobar; tudo, como sempre, impecavelmente limpo e arrumado.
Estou estranhando um pouco a comida, não tanto por sua qualidade, mas por sua distribuição... Não sou acostumado a comer muito pela manhã (em geral uma xícara de café e um pãozinho de 50g com manteiga são o suficiente), mas aqui, como é sabido, o brekfast é consumido com muito ovo m…

Apenas um rapaz latino-americano

Imagem
A partir dessa postagem, passarei a descrever algumas idas e vindas de minha vida como bolsista em Oshkosh, Wisconsin, EUA, pelo programa Ciências sem Fronteiras, do governo brasileiro. Espero que gostem.
Aeroporto O’Hare, Chicago, 05h24min, hora local (07h24min, hora de Brasília) Tudo certo. Cheguei sem maiores contratempos, afora o sono. Cheguei em Chicago às 00:05, horário local (duas horas a menos do que o horário de Brasília), e estou acordado desde então. Some-se a isso o fato de não ter dormido desde que embarquei no Brasil e de ter passado uma noite agitada antes do embarque (saudades prévias, agitação com a viagem, jantar gostoso na casa dos sogros...), e temos um zumbi escrevendo um texto. Devo estar com uma cara de desorientado tremenda... Tanto que, no check da mochila, há pouco mais de uma hora, me levaram para fazer exame de consumo de entorpecentes... “Ok, sr, it’s all right”. A Cidade do Panamá foi mais tranquila; só esperei uma hora pela conexão e zarpei rumo aos State…