Postagens

Tortura: crime sem justificativa possível

Imagem
Quem conhece meu blog sabe que o mesmo texto que escrevo aqui é traduzido para o inglês em meu outro blog. Para você que não é brasileiro e está lendo este texto compreenda: o Brasil está tomado pela loucura! Um bom exemplo que tenho visto é a proliferação de supostas “pessoas de bem” defendo não só a volta do regime militar, tema que já tratei anteriormente neste blog, como defendendo as torturas e mortes havidas durante o regime. Em um post, por exemplo, fala-se que a ex-presidente Dilma fala que foi torturada, mas não fala de seus crimes que, segundo o post, justificariam as torturas sofridas. Em outro, é mostrado uma senhora segurando um cartaz onde afirma ter nascido em 1920, dizendo ainda que que não foi torturada ou morta pelo regime militar brasileiro por “não ter matado, não ter assaltado, não ter explodido carros e não ter roubado bancos ou armas”. Quando inquiridos, os proprietários das postagens muitas vezes resumem: era uma guerra, a tortura estava justificada… Outros, quando…

“Vai estudar”, ou o que dizer quando você não tem mais argumentos

Imagem
Nos últimos tempos tenho sido surpreendido com uma nova mania dos extremistas de direita: mandar estudar. Digo de direita não duvidando que extremistas de esquerda estejam agindo da mesma forma, ainda mais que extremistas de ambos os lados cada vez se parecem mais, em um ótimo exemplo da teoria da ferradura, mas comigo pelo menos ainda nenhum extremista de esquerda se manifestou desta forma. Só nos últimos dois meses, foram três vezes que me mandaram estudar: a primeira, um vereador de minha cidade que estava defendendo o a ditadura militar instaurada em 1964, o segundo um desconhecido da internet falando contra Direitos Humanos, e o terceiro um conhecido defendendo que estupros e violência não fazem parte da bíblia. É engraçado que os três usaram o argumento no mesmo instante do debate, quando terminaram seus argumentos, ou seja, quando as premissas que haviam apresentado defendendo seus pontos de vista foram derrubadas pela apresentação de fatos históricos, argumentos filosóficos…

O incrível momento em que um chimpanzé aprende como jogar pedra, papel e tesoura tão bem quanto uma criança de quatro anos

Imagem
Traduzido de: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-4778302/Chimps-play-rock-paper-scissors-four-year-old.html?ITO=1490, por Guto Riella.
O joquempô (pedra-papel-tesoura) é um jogo de mão simples jogado por pessoas ao redor do mundo para tomar decisões rápidas. E agora especialistas mostraram que mesmo chimpanzés podem dominar o jogo tão bem quanto uma criança de quatro anos. As evidências mostram que chimpanzés podem aprender o padrão circular que é a base do jogo, e demonstram o quão inteligente esta espécie é. Pesquisadores da Kyoto Univeristy e Peking University observaram a capacidade de chimpanzés e crianças pequenas para aprender o jogo básico da mão. Eles descobriram que chimpanzés de todas as idades e sexos podem aprender a relação circular simples entre os três diferentes sinais de mão. E embora possam demorar mais, chimpanzés são capazes de aprender o jogo tão bem quanto uma criança nova. No joquempô, as relações entre os sinais são não lineares, e podem ser entendidas n…

Charlottesville e a liberdade de expressão

Imagem
Inspirado por um vídeo do Rafinha Bastos (assista aqui), resolvi retomar um tema que já tratei algumas vezes nesse blog, a liberdade de expressão; mas desta vez ligando o assunto com os tristes episódios em Charlottesville, no estado da Virgínia, USA. Se você não sabe do que estou falando certamente não assistiu noticiários nos últimos dias; ocorre que supremacistas brancos (neonazistas e KKK) organizaram uma marcha contra a retirada de uma estátua do General Confederado Robert E. Lee, o que motivou tanto agressões contra a marcha quanto uma marcha de antirracistas, a qual sofreu um atentado de um homem que, com seu carro atropelou diversas pessoas, matando uma e deixando cinco em estado crítico. Para tanto, vou começar citando um artigo que já publiquei neste blog alguns anos atrás (leia aqui), quando comentava da minha saída da Liga Humanista Secular, entidade que apoiava (e concordo e apoio) em diversas lutas contra o racismo, contra o sexismo, contra a exploração sexual, contra a …

Deus fez só XX e XY?

Imagem
Grato ao professor de ciências Ronan Franco, tanto pela sugestão, quanto por parte da referência e pelas sugestões no texto.
Não importa o que você pensa sobre a existência ou não de uma divindade ou sobre que divindade é essa, para efeito de argumentação, neste texto vamos usar a hipótese de que Deus existe, e mais, ele é o deus descrito na bíblia cristã, responsável pela criação do universo, da terra, da natureza e do homem e da mulher (Gênesis 1:1-28), o criador da luz, das trevas, da paz, do mal (Isaías 45:7), enfim, o ser que nos criou da forma que somos e à vontade do qual devemos obedecer (João 6:38), lembrando sempre que a vontade de deus é superior à nossa. Com isso em mente, como biólogo devo analisar a natureza e compreende-la como deus criou, não como eu quero que ela seja, assim, causa-me estranheza quando alguns cristãos afirmam “Deus criou somente XX e XY”, se referindo aos cromossomos sexuais, a exemplo do deputado carioca Eduardo Bolsonaro (na foto de abertura do texto…

Criança de 13 milhões de anos descoberta na bacia do lago Turkana

Imagem
Traduzido por Guto Riella, a partir de http://www.turkanabasin.org/2017/08/13-million-year-old-infant-ape-skull-discovered-in-the-turkana-basin/
A descoberta, no Quênia, de um fóssil notavelmente completo de um crânio de primata revela como esse ancestral comum de todos os primatas vivos (incluindo o homem) se parecia. O achado, anunciado na revista Nature em 10 de agosto, pertence a uma criança que viveu cerca de 13 milhões de anos atrás. A pesquisa foi feita por uma equipe internacional liderada por Isaiah Nengo, do Turkana Basin Institute e De Anza College, USA. Dentre os primatas vivos, os humanos são mais proximamente relacionados com os grandes primatas sem cauda do velho mundo, incluindo chimpanzés, gorilas, orangotangos e gibões. Nosso ancestral comum com os chimpanzés viveu na África há cerca de 6 a 7 milhões de anos, e muitos fósseis espetaculares encontrados têm revelado como os humanos evoluíram desde então. Em contraste, pouco é conhecido sobre a evolução dos ancestrais c…

Sabão feito de heróis

Imagem
“Olhemo-nos no rosto. Nós somos hiperbóreos1 – sabemos muito bem o quão à parte vivemos. (...) Nós descobrimos essa felicidade; nós conhecemos o caminho; retiramos essa sabedoria dos milhares de anos no labirinto.”2 Assim Nietzsche começa seu Anticristo – uma obra de crítica direta ao cristianismo. Bom, apesar de estar ficando velho confesso que não vivi o Século XIX (apesar de minha esposa, que é kardecista, acreditar na possibilidade), ou pelo menos, se vivi, não tenho lembranças suficientes para saber da veracidade da afirmação de Nietzsche quando o livro foi lançado, em 1888, mas posso afirmar sobre esse começo de Século XXI: nós, homens (neste texto, sempre que usar as palavras homem ou homens estarei me referindo a estes enquanto sexo, não enquanto espécie Homo sapiens sapiens) não descobrimos a felicidade, não conhecemos o caminho e estamos perdidos no labirinto, com o agravante de que Ariadne não vai nos puxar pelo novelo, pois é uma mulher moderna, independente e que nos con…