quarta-feira, 27 de julho de 2011

Justiça austriaca autoriza ateu usar escorredor de macarrão na cabeça em foto de carteira de motorista por motivo religioso

Depois de um período afastado por motivos pessoais (final de semestre na Universidade, seminário em Rio Grande, esposa com emprego novo e eu transformado em ‘rainha do lar’...), estou de volta com uma notícia sensacional:

Um ateu ganhou na Justiça da Áustria o direito de aparecer na foto da carteira de motorista usando um escorredor de macarrão na cabeça como um “símbolo religioso”.
Niko Alm fez o pedido depois de tomar conhecimento que a cobertura na cabeça em fotografias só é permitida em caso de necessidade religiosa. Então, ele disse ser seguidor da “religião” massafari (uma mistura de massa com rastafari – em inglês funciona melhor: pastafari)
O austríaco, que teve que comprovar ser psicologicamente apto para dirigir, afirma frequentar a Igreja do Monstro de Espaguete Voador.
O pedido demorou três anos para ser aprovado, informou o “Huffington Post”.
Agora, Niko quer que as autoridades austríacas reconheçam oficialmente o massafarianismo como uma religião.
A “seita” macarrônica nasceu nos EUA como uma resposta ao governo Bush, que proibia o ensino da teoria da evolução das espécies nas escolas públicas. Então, um sujeito criou o monstro, que dá origem à Terra e a todos os seus habitantes irracionais e racionais – incluindo os anões.
Fiquei tão empolgado com a iniciativa que em breve vou mudar minha foto, acrescentando um escorredor, também por motivos religosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário